O Futuro Já Chegou – Do Presencial ao Digital

''O que faz a diferença é o equilíbrio. A vida vai te dar um monte de possibilidades. O sucesso é saber o que fazer com elas.'' (Gilclér Regina) 

----------------------------------------------------------------------------------

Vivemos tempos de oportunidades que por um lado fascina, é encantador e por outro tira o nosso sono.
Você sabe quantos shoppings estão fechando hoje nos Estados Unidos? Aproximadamente 300 shoppings. No país paraíso dos shoppings centers, 25% irão fechar até 2022 e sabe por que? De cada quatro compras hoje, uma já é feita na palma da mão pelo celular.
Um novo shopping que está inaugurando em São Paulo não tem estoque, ele irá entregar os produtos nas casas dos consumidores. Sim, o futuro já chegou!
Eu sou palestrante, empresário, não sou da área digital nem T.I, no entanto, como profissional, venho acompanhando de perto todas a mudanças e nem dá para acompanhar de tão fugazes que são.
Como colocar na cabeça de alguém que um aplicativo que nasceu modestamente como facilitador de caronas, tornou-se uma potência mundial de transporte de passageiros, não possuindo sequer um carro, e vale hoje segundo o Bit Techology, 51 bilhões de dólares e segundo este mesmo blog a Petrobrás com sondas, plataformas marítimas, navios, prédios, postos e uma montanha de gente trabalhando vale 42 bilhões de dólares, ou seja 30 bilhões de reais a menos que o UBER.
Como avaliar que o maior hospedeiro do mundo não tem sequer uma cama de hotel, o Air BNB e o maior varejista do mundo não têm um estoque, o Ali Baba Group?
O criador da Coca-Cola foi John Pemberton de quem você nunca ouviu falar, mas quem ficou milionário com o refrigerante foi Asa Candler, o cara que comprou a fórmula do xarope por 500 dólares e de forma criativa inseriu o gás no líquido e deixou gelar. Foi ele que acreditou no negócio.
Quem criou o famoso Mc Donald’s foram os irmãos que levam o nome da empresa mundial, mas quem ficou milionário com a marca foi Raymond Alexander Kroc conhecido mundialmente como "Ray Croc".  Ele, que vendia as máquinas de milk shake para o restaurante dos irmãos Donald, acabou comprando o negócio e transformando um restaurante numa rede gigante de fast food pelo mundo. Sim, foi ele que teve a visão do negócio.
Qual é a diferença entre ser líder de mercado e mandar no mercado? É simples. Pensa aí agora num refrigerante. Pensou? Já tem a resposta, não é? Isso vale também para o sabão em pó, para a palha de aço e alguns outros... Só mandam no mercado porque foram senhores de seu tempo.
E você também pode acreditar no seu negócio, no seu produto ou serviço, na formação de sua rede de relacionamentos. Depende de você mais do que qualquer outra pessoa. Sim, vou repetir, o futuro já chegou.
Você sabe quem é o novo rico? É aquele cara da esquina que você não conhece. Talvez te falava bom dia na padaria. Ele tinha uma garagem logo ali. E você sabe quem é o novo pobre? É aquela empresa centenária que quebrou. Lembra da Kodak e mais algumas?
O que acontece é que hoje não temos mais cem anos para quebrar. Uma decisão errada, seja de não entrar no mercado digital ou de gestão e você quebra. Você tem um Black Berry aí no bolso? Não tem? Há 10 anos era topo de mercado. E que tal um Startack? Não tem? Não existe mais, não é? Vai um Nokia aí? Parece que também não pertence a lista dos atuais, não é mesmo?
Tem gente que diz: "Aquele sujeito da banca de frutas na feira está milionário". Ao invés de criticar ou invejar, a expertise de empreendedor é aprender com ele. Ele não foi lá no mato, arrancou um cacho de bananas banhado a ouro e veio vender. Tem toda uma história.
A verdade é que pela fé vencemos reinos e movemos montanhas... às vezes coisas terríveis acontecem como tsunamis, terremotos, acidentes, conflitos militares, conflitos étnicos, doenças, desavenças no lar, crises, epidemias e desastres... e, por mais devastadoras que sejam estas coisas, nós ainda temos esperança que é a âncora de nossa alma. Ela é viva e vibrante e traz alegria aos que choram e paz para os que lutam.
Portanto,sucesso é subir pela escada: Os degraus foram feitos para as pessoas subirem um de cada vez.  Mas tem que ser rápido com responsabilidade e conhecimento do novo. Se você sabota alguns degraus, leia-se, conhecimento, informação, mudanças, seu risco de pisar em falso e rolar abaixo é enorme. Quem quer subir muito rápido só por subir rápido sem saber o que está fazendo e pegar o primeiro elevador da vida, quando chega não sabe o que faz lá e despenca.
Nos negócios é assim, na vida e nos relacionamentos também. O apressado come cru e o desligado quebra. O que faz a diferença é o equilíbrio. A vida vai te dar um monte de possibilidades. O sucesso é saber o que fazer com elas.
Quem hoje construiu um negócio milionário, sabe muito bem disso. Conheço pessoas que fazem muito sucesso porque passaram por todas as etapas e hoje são seguras, confiantes, determinadas e de decisão porque conhecem todos os caminhos e atalhos.
Você também pode ser assim. Tem que ser ensinável, saber ouvir e não se deixar embotar pela crítica sem consistência. Acredite que empreender é aprender, seja a busca de conhecimento seja uma nova visão de oportunidades. Pois é, o futuro já chegou.
Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!