PERCA O MEDO DO DINHEIRO

''Não deixe que o limite dos outros seja o seu limite.'' (Gilclér Regina)

--------------------------------------------------------------------

Tenho debatido muito sobre ser rico rico, isso, ser rico duas vezes, ser rico mas usufruir da riqueza e para tanto não ter medo de dinheiro.
Você já percebeu como muitas pessoas têm um medo inconsciente de dinheiro? Basta sobrar algum no final do mês que se veem malucas para ser verem livres dele, ou gasta, ou perde, ou dá ou é roubada.
É claro que pela lógica, todos nós queremos ganhar mais dinheiro, afinal, trabalhamos para isso, nossa vida na sociedade em parte também é medida por quanto dinheiro produzimos, fabricamos e temos disponível.
Você percebeu que eu disse “fabricamos” certo? Dinheiro não se ganha, se fabrica com trabalho e ideias.
Entretanto, por mais racional que seja querer ter riqueza, quem tem medo de dinheiro vai fazer de tudo para se livrar dele ou o dinheiro em tese, vai correr de quem tem medo dele.
Lembro-me de minha mãe, na época do final da minha adolescência, quando as coisas já tinham melhorado um pouco, era entrar um dinheirinho a mais e ela já queria pintar a casa, melhorar um cômodo da casa, comprar alguma coisa. Parecia que o dinheiro queimava a mão. É algo inconsciente do ser humano.
Um dia ouvi isso de uma pessoa: Pergunte a alguém que vive na pobreza o que faria se ganhasse 200 milhões na megasena? Tive como respostas algo assim: Compraria algo de 200 milhões de entrada e o resto parcelava em 12 vezes. Outros dizem que vão ajudar a família, tirar todo mundo do buraco ou ainda vou deixar o dinheiro no banco rendendo alguma coisa não quero nem ver a cara dele.
Mas não é apenas a cédula que faz a pessoa ter medo do dinheiro. É a carga emocional para tudo que o dinheiro representa, até porque o dinheiro hoje são números digitais com zeros a mais na conta ou num cartão de plástico ou num sistema do computador que você compra o que quiser ou precisar.
O que vai fazer a diferença é onde está o seu limite mental. Pense que você terá que atravessar uma rua movimentada com dinheiro numa sacola, tudo legal, claro, e perceberá que muitos terão calafrios só de pensar.
Não puxe seu limite para baixo como querem muitos. Percebe, quando você aplaude o sucesso é lindo. Mas quando alguém faz sucesso lá vem o pessoal criticando, atirando pedras em quem faz. Com dinheiro, existe um pouco disso, talvez você cresceu ouvindo que o dinheiro era a raiz de todos os males.
É comum em nossas vidas termos medos inconscientes, isso é desenvolvido ao longo de nossa existência com a intenção de nos manter seguros. Este medo irracional faz com que a pessoa sinta ansiedade toda vez que pensa ou está perto do desconforto.
Conheço pessoas que tem verdadeiro pavor de uma lagartixa e logo saem tacando sapatos e o que tiver pela frente para matar. No entanto a pequenina só quer comer insetos e tem muito mais medo de você do que você dela.
A lógica não muda a resposta de quem tem medo, por mais que você fale. Acredite o mesmo vale para dinheiro. Procure respirar fundo, pois quem tem que acreditar nos seus sonhos é você.
Aqueles que não acreditam em nossos sonhos tentam nos puxar para a realidade da ótica deles sendo esta para eles a verdade absoluta. Podem até ter uma boa intenção, não querem que a gente sofra, mas estão sempre querendo matar os nossos sonhos.
Por isto que eu sempre afirmo que os vampiros de vendas e negócios podem estar pertinho de você, as vezes dormindo com você na mesma cama. Vampiros não no sentido de “sugar o teu sangue”, mas de falar que aquilo não daria certo nunca, tentando te preservar de um possível fracasso. Volto a repetir, o dinheiro sempre estará neste palco.
O mais importante é você vencer a fobia do dinheiro e acreditar nos seus sonhos, pois isso vai custar o seu tempo, ou seja, um pedaço de sua vida. Então, não deixe que o limite dos outros seja o seu limite. Faça você a revolução de sua vida., afinal o tempo é o seu bem mais precioso que vale mais do que o próprio dinheiro.
E esse pedaço da vida tem que valer a pena. Não sei você, mas para mim, tem que haver sentido naquilo que eu faço ou vivo. Cabe a você escolher se quer viver o sonho dos outros ou o seu próprio, arriscando seu próprio caminho
Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!