O mercado está de olho em você!

O sucesso é ser simples! Porém, a humanidade faz questão de complicar. Ela vive em conflitos. Cada um defende seus interesses, sua soberania. Convivemos diariamente com pessoas que vivem tentando impor suas ideias, suas crenças, seus valores...

O ambiente pode até mudar, mas os conflitos parecem fazer parte do cotidiano do ser humano. O interessante é que todos se acham com a razão. E na verdade, cada um tem a sua razão. As origens dos conflitos são inúmeras, porém, algo que está sempre presente é a falta de flexibilidade e mesmo de imaginação. É possível sim, encontrarmos soluções pacíficas.
A seguir, um exemplo do bom uso da imaginação: Eram dois fazendeiros vizinhos, um plantava trigo, tinha filhos ainda pequenos e possuía grandes cachorros. O outro criava ovelhas.
O que criava ovelhas estava em dificuldade, pois os cães pulavam a cerca e assustavam as ovelhas. Toda vez que reclamava com o vizinho, aumentavam os ataques dos cães. Ele pensou até em processar o vizinho ou envenenar os cães.
Quando algumas ovelhas deram crias, o fazendeiro teve um “pensamento diferente”. Ele presenteou as crianças do outro fazendeiro com algumas das pequenas ovelhas que nasceram. As crianças adoraram!
Agora, o pai das crianças, por precaução, não deixou mais os cães soltos para proteger “as ovelhas das crianças”. E todos viveram em paz!
A vida vai lhe dar aquilo que você der a ela. É como um bumerangue. Se você trabalhar com amor esse vai retornar em forma de alegrias, de resultados. Se sua ação for baseada na raiva, certamente as coisas que retornarem não serão boas.
Além da imaginação, temos que ter o sentimento de ajudar, mesmo quando o outro nos desafia! O verdadeiro pedreiro não é aquele que simplesmente levanta a parede... e sim o que sente alegria em construir uma casa.
Uma empresa não é somente um departamento ou uma unidade. Uma empresa é constituída pelo ideal de todos. A pessoa que não tem um ideal, nem um guindaste a tira de manhã cedo da cama. Eu chamo isto de negociação “ganha ganha”, algo que veio da imaginação do criador de ovelhas e pode muito bem ser imitada pelas pessoas no cotidiano do trabalho nas empresas. É preciso lembrar que se você mudar, o mundo muda com você!
O escritor Nicholas Pausin disse: “O que merece ser feito, merece ser bem feito”. Porém, o que vemos com frequência é que a grande maioria das pessoas vive fazendo as coisas pela metade.
As desculpas são sempre as mesmas... algo como: Não dei importância porque era uma coisa insignificante… Estava nas minhas horas de folga… Foi um favor que fiz…
Essas são armadilhas que muita gente cai todos os dias executando projetos mal elaborados e mal executados. Mesmo que seja por cortesia, quando você faz bem feito, o mercado fica de “olho em você”.
Seu trabalho é sua “marca” e ela será a sua propaganda por muito tempo. A assinatura de Picasso está em todas as suas obras. Pinturas famosas você encontra a todo o momento no mercado, mas Picasso é Picasso.
Faça um pacto com você mesmo e a partir desta atitude, tudo o que fizer será bem feito. No futuro, ao olhar para o retrovisor de sua vida, você irá se orgulhar daquilo que fez.
Nenhum dinheiro no mundo consegue mudar o que fizemos no passado. Muitas vezes temos ideias e estas não irão funcionar se não tivermos um plano de ação. E sem um plano você atira para todos os lados, desperdiça energia…
E sem energia, você reagirá conforme as circunstâncias e acabará improvisando.  E agir como “bombeiro”, apagando fogo dificilmente fará você pavimentar uma estrada chamada sucesso!
O pensador romano Lucius Annaeus Sêneca disse: “Se um homem não sabe a que porto se dirige, nenhum vento lhe será favorável”.  Aliás, para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho é caminho. Um ser humano sem metas é um ser humano sem destino.  Henry Kissinger, então Secretário de Estado norte americano disse certa vez: “Se você não sabe para onde vai, todos os caminhos o levam a lugar nenhum”.
Sua vida também é sua marca. Não existe família perfeita, trabalho perfeito, empresa perfeita. No entanto, nossa imperfeição não deve ser motivo para abandonar as coisas que conhecemos e de que gostamos.
Um provérbio chinês diz que a mais alta das torres começa no solo. Que óbvio não? Mas a simplicidade é o da vida. Afinal, o sucesso é ser simples.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!