Navegar ou Naufragar na Internet

“A vontade de se preparar tem que ser maior que a vontade de vencer”.  

Gosto do verbo “contrariar”. Isso mesmo, contrariar os acomodados.
Sim, isso mesmo, os acomodados na fé, no relacionamento, nas metas, nos objetivos, enfim, na vida e no trabalho.
Sabemos que mesclar disciplina com entusiasmo é a ponte entre os sonhos e a realidade. O preço a pagar é muito treinamento e estudo.
Para conquistar pessoas, sejam clientes ou novos amigos é preciso cultivar a paixão e o encantamento, no caso profissional pelo trabalho e no caso pessoal por tudo o que acontece na vida. Isso fideliza e ajuda a manter a admiração.
No mundo nós somos 30% sonhadores, 69% destruidores e sonhos e apenas 1% criadores de sonhos. E estes não são melhores do que eu ou você, não tem um histórico de vida melhor, não tem um QI mais alto.
Segundo o psicólogo e jornalista americano Daniel Goleman o mundo é dividido em 11% engajados de corpo, alma e espírito naquilo que fazem. Em 19% de engajados aderentes, isto é, seguidores e 50% que são turistas passando tempo no planeta e estes precisam ser empurrados para fazerem as coisas. E para concluir 20% são terroristas que detonam a terra e as pessoas. Só sabem criticar e nada sabem fazer. Te lembra alguma coisa isso?
Portanto, numa empresa, nos negócios, funciona mais ou menos assim: 11% são funcionários ou clientes brilhantes, 19% são pessoas extraordinárias e 70% precisam ser empurrados, treinados, trabalhados para que as coisas aconteçam Então, por que treinar? Principalmente para mudar a mentalidade destes 70%
Há pessoas que dizem que NAVEGAM na internet. Não é verdade. Uma parte não navega, uma parte NAUFRAGA porque para navegar você tem que ter clareza para onde quer ir.E tem gente que é soterrado de informações, porque não as seleciona. Ou seja, informação é cumulativa e conhecimento é seletivo. Tudo aquilo que fica com você e não vai embora é conhecimento.
Aqueles que alcançam rendimento máximo - seja nos estudos, nos negócios, nos esportes ou nas artes - são precisamente os que prestam atenção no que é mais importante para seu desempenho.
FOCOé uma ferramenta essencial, é o que diferencia um especialista de um amador, um profissional de sucesso de um funcionário mediano. São pessoas que praticam a palavra mais importante do dicionário: Atitude. E praticam essa atitude com altitude.
Ter a credibilidade conquista, mas o que encanta chama-se atitude. O resultado disso é que, no mercado, você ganha um vendedor que te vende e não cobra comissão, um cliente que te indica para todo mundo. E nasce aí a maior ferramenta de marketing e propaganda do mundo, o boca-a-boca.
O que leva uma empresa ao sucesso? O que leva um profissional ser um vencedor? O que leva o ser humano ao sucesso? Será que vale a máxima que dinheiro atrai dinheiro? Ou ainda vale achar que pensar positivo já lhe dá tudo o que você deseja? 
Todas as respostas apontam para o mesmo caminho. A questão do planejamento não é tudo e somente pensar positivo e não agir não leva você a lugar algum. Então a palavra correta é “execução”.
Não adianta apenas ler o livro “O Segredo” que trata da lei da atração e não fazer nada. Tem que sair do campo das ideias para o mundo real. Tem que sair da zona de conforto, da acomodação. Entra em campo o treinamento.
Assim é o sentido de emergência das pessoas. Urgência é aquilo que alguém não fez em tempo hábil e agora quer que você faça em tempo recorde.
A tecnologia também não chega a ser o grande diferencial. Quanto tempo dura um novo sistema? Toda novidade tecnológica tem um tempo de vida muito curto até ser copiada, e hoje em segundos, pela concorrência. Uma verdadeira guerra de titãs.
Até a motivação do ser humano é assim, dura o tempo de um banho. É preciso tomar banhos de motivação diariamente.
A diferença real está nas pessoas fiéis e comprometidas, na escolha e formação das equipes, na identificação das pessoas certas para os lugares certos.
O que motiva as pessoas a fazer o que fazem? O que motiva o mundo são as pessoas. Mas o que motiva as pessoas? A resposta novamente está na paixão, no olho brilhando que proporciona uma motivação elevada. Entra em campo novamente o treinamento.
O maior desafio de um líder é não se acomodar e manter esse foco: a chama acesa de sua equipe. A palavra chave é confiança. E confiança é um valor para quem a dá e para quem a recebe.  É muito difícil cobrar quando as pessoas não confiam umas nas outras.
Precisamos parar de imaginar somente crises em nossa vida. Todo dia tem crise. Todo dia vivemos momentos de picos e momentos de vales. No mundo atual, a instabilidade deve ser vista como natural.
O ser humano tem a riqueza dentro de si, mas tem a miséria também. É preciso despertar a primeira e neutralizar a segunda. A vida é assim, países emergentes e países quebrando. A vida é débito e crédito e é preciso haver equilíbrio. Se gastar mais do que ganha, o resultado é visível.  Você conhece alguém assim?
Na vida, o maior risco é ficar esperando para ver o que acontece. Quem fica parado já começa perdendo.
Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!