Ano de Oportunidades!

 “Um dos benefícios das crises vividas é justamente este: nos obrigar a pensar diferente, provocar desconforto e isto nos fará lutar para voltar ao que gostamos, o conforto”.  (Gilclér Regina)

    ------------------------------------------------------------------------------------------

Um ano de eleições e Copa do Mundo. Será que sai o ranço dos governos anteriores recentes? Será que teremos um novo líder capaz de dar uma identidade ao Brasil? E as conversas giram em torno da expectativa da economia, dos resultados das empresas e do desempenho dos profissionais.
E você? Onde você se situa? Você é daqueles que acredita que o barco vai afundar ou se enquadra naqueles que acreditam que irão conseguir chegar à margem.
verdade é que as grandes invenções do mundo, os grandes desempenhos da economia de alguns países, as grandes viradas, as grandes marcas que se fixaram no mercado e o nome de profissionais que ganharam fama e respeito vieram em sua maioria em momentos turbulentos.
O fracasso descobre o gênio. O fracasso é um fortificante daqueles que vencem e é um tempero indispensável ao triunfo.
A diferença entre sucesso e fracasso, ou seja, entre os que dão certo em relação aos que nunca dão certo é justamente este: encontram motivação quando os resultados são ruins.
A crise quase sempre está na expectativa, isto é, na cabeça das pessoas. A diferença entre o comum e o excelente está na palavra mais importante do dicionário: Atitude!
Grandes ideias nascem e morrem todos os dias por falta de um plano. Pensar sai barato. Colocar a ideia em prática é que é a questão. Vem a minha mente o exemplo de um rapaz que se chamava David McConnell que tentava vender enciclopédias sem sucesso.
Um dia teve a ideia de oferecer pequenos frascos com amostras de perfume para ao menos despertar a curiosidade das donas de casa e ser ouvido por elas enquanto falava tentando vender seus livros. Foi fazendo isto até acabar as amostras de perfume sem conseguir vender uma coleção sequer de seus livros.
Após este estes episódios, ele foi abordado por algumas pessoas, geralmente maridos da donas de casa onde tentava vender suas enciclopédias, perguntando onde poderiam comprar os fracos de perfume.
Neste momento teve a ideia. Por que não vender perfumes? Deixou de vender enciclopédias e dedicou-se a vender perfumes e produtos de beleza de porta em porta. Nasce aí uma empresa chamada AVON.
Na vida nós temos muitas oportunidades disfarçadas e elas entram pela porta dos fundos.
Você não precisa amar as crises, apenas precisa saber que estes são os momentos melhores para se destacar com grandes ideias. Não precisa fazer um prognóstico de que tudo vai ser ruim. Tem que arregaçar as mangas “do cérebro e do coração” e partir firme para o trabalho.
Reinvente o seu negócio, a sua marca, a sua vida...Altere a atuação de sua empresa e de sua vida antes que o mercado o faça. Esta é a história de muitos vencedores.
Das 500 maiores empresas do mundo no ano 2000 52% ou quebrou, ou foi vendida e no mínimo saiu da lista. Sim, a vida é assim, novos ricos que são ex pobres e novos pobres que são ex ricos. O dinheiro não acaba, apenas muda de mão.
Não tem segredo. A resposta para melhores resultados é não desanimar, não entrar na onda da crise, não desmotivar, não fazer dos pedregulhos dos problemas uma montanha e concentrar suas energias nesta motivação que aliada ao seu conhecimento fará tudo mudar. O nome disto chama-se: sucesso! Que venha eleições e copa do Mundo, vamos dar o nosso melhor.
Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!
- Gilclér Regina