0
Motivação

A essência dos vencedores e a fama pelo boca a boca

por 19 de dezembro de 2021 sem comentários

Em nossa vida, a maioria das ações desenvolvem-se em dois momentos e a nossa decisão pessoal sobre qual caminho seguir fará toda a diferença


Em toda minha carreira já são bem mais de cinco mil palestras e antes da pandemia eram regularmente 12 trabalhos por mês num país imenso, gigante, um continente, sempre levando mensagens de inteligência emocional, motivação, vendas, liderança, qualidade, desenvolvimento de equipes e sobretudo resultados.

Minha história neste campo teve início como professor de cursos de liderança e vendas que ministrei durante mais de 15 anos, trabalhando em paralelo como executivo e consultor, inclusive formando novos consultores do extinto CEBRAE Centro Brasileiro de Apoio à Pequena e Média Empresa, hoje, SEBRAE.

Entrei meio por acaso nesse negócio de palestras motivacionais e, próximo do ano 2000, quando já havia realizado centenas de cursos. E, apesar de não frequentar a “grande mídia” nestes anos, estou entre os que mais realizaram palestras neste país, pela lei universal do marketing, a “lei do boca a boca”, a fama pela indicação e referências de clientes.

E percebo hoje que, mesmo grandes negócios, de grandes anunciantes, dependem dessa chancela, mesmo nos aplicativos que surgem neste mundo disruptivo, transformando gigantes em pó e pó em gigantes.

Por outro lado, num grande paradoxo – e não vai aqui nenhuma crítica, vi muitos dos que eram chamados de “palestrantes da moda” estourarem num ano e sumirem no outro. Assim como conhecemos cantores que fizeram um certo sucesso só com uma música e não romperam mais.

Eu costumo dizer que, de uma forma geral, dificilmente você será o melhor sem antes ter sido o pior. Isto é, o princípio que rege a felicidade ou mesmo a vida de um bilionário é compreender que antes do topo existe o sopé da montanha.

Não á toa, vejo muitos pessimistas que se denominam realistas, mas na verdade, são pessimistas mesmo, e geralmente esse pessoal está certo, mas não me canso de dizer, no topo da pirâmide da humanidade, são os OTIMISTAS que mudam o mundo.

E no mundo de quem faz, não existe “zona de conforto”. Eu, na minha carreira, me senti muitas vezes como o “João bobo” aquele boneco que você bate nele e ele cai para todos os lados e volta. O sucesso é continuidade.

Aliás, “zona de conforto” é um apelido bonitinho para preguiça e acomodação. Quem não quiser comer poeira, não coloca seu carro nesta estrada.

Voltando ao meu trabalho de palestras que agora começa novamente a ganhar corpo, depois de estar um tanto represado por causa desta pandemia – até então trabalhando muito on-line mas sem a vibração, humor, gargalhada da plateia e emoção, ele é apresentado de uma forma única, com conteúdos que se modificam diante de novos cenários e tendências, mas sempre mostrados com muito bom humor as atitudes dos seres humanos voltadas para a qualidade e para resultados. E olha que a plateia vai as gargalhadas sem a necessidade de bordões e palavrões.

São muitas histórias do cotidiano, muitas engraçadas mesmo e que levam a grandes reflexões, a uma nova visão além do horizonte, novos hábitos, novos conceitos, mesclados com fé, persistência e até mensagens profundas da espiritualidade e família, a base do mundo.

Nesta caminhada tenho clientes que são empresas que figuram nas maiores do Brasil, muitas delas com sua matriz em outros países, como também trabalho os pequenos daqui, muitos deles, que serão os grandes de amanhã.

E, não muito longe, tenho na carteira clientes que começaram comigo pequenos, muito pequenos, e hoje figuram na lista da FORBES como bilionários. Minha alegria é ver esse pessoal no topo sem perder a sua essência. Sim, a essência dos vencedores, tema inclusive de um dos meus livros.

Dessa forma, fico feliz e realizado em continuar nesta pista, sendo contratado por empresas, associações comerciais, CDL´s, associações de classe de vários setores e segmentos, sindicatos, federações, prefeituras, sempre na leitura de grandes e pequenos, mas proporcionando a diferença no mundo de cada um.

Afinal, a lei do boca a boca só funciona quando este sentimento falou mais forte ao coração, mostrando vibração, ética, humor, responsabilidade social, comprometimento, gente feliz e resultados.

Afinal, palavras são palavras, promessas são promessas mas vivemos de resultados. E na vida, resultado é também buscar ser feliz.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

Deixar um comentário

Wow look at this!

This is an optional, highly
customizable off canvas area.

About Salient

The Castle
Unit 345
2500 Castle Dr
Manhattan, NY

T: +216 (0)40 3629 4753
E: hello@themenectar.com